MJIBA A BONECA GUERREIRA – MAIO 2017

MJIBA A BONECA GUERREIRA

O espetáculo conta a história de dois palhaços carteiros que, ao se depararem com uma encomenda sem remetente, encontram algo totalmente inesperado na caixa: uma boneca negra.

Sarau das Pretas

Sarau das Pretas Elaine Campos

No contexto das ações culturais ligadas ao protagonismo e empoderamento das mulheres em defesa de seus direitos, jovens mulheres negras atuantes no cenário cultural da cidade de São Paulo.

INSUBMISSAS: ALGUMAS DANÇAS QUE HABITAM NOSSAS CASAS

insubmissas Da própria pele não há quem fuja
Grupos de SP, RJ e BA dialogam sobre a produção e a pluralidade da cena contemporânea periférica e negra.

PERFORMANCE DO SARAU PORTAS ABERTAS

mostra artes cenicas Sarau Portas Abertas

O espetáculo que tem direção de Renata Prado, se estrutura na poesia de Patrícia Cândido e dos poetas do Sarau Portas Abertas.

A MISSÃO EM FRAGMENTOS: 12 CENAS DE DESCOLONIZAÇÃO EM LEGÍTIMA DEFESA

Legitima chuva
O Legítima Defesa é um grupo de artistas, atores e atrizes de ação poética e política, que discutem a imagem da negritude, seus desdobramentos sociais históricos e reflexos na construção da “persona negra” no âmbito das linguagens artísticas.

IDA - COLETIVO NEGRO

ida coletivo negro

Ida é uma arquiteta que se torna negra em meio ao processo de construção em que precisa decidir se perpetua ou não o espaço de segregação social.

SALA DE ESTAR

sala de estar

Fragilidade humana. Esse foi o ponto de partida da pesquisa empreendida pelo Grupo Sobrevento para criar este espetáculo itinerante onde os espectadores só precisam dar alguns passos para lá ou para cá.

ELEGUÁ, MENINO E MALANDRO

Elegua Crédito Gal Oppido

O espetáculo Eleguá, menino e malandro investiga a ancestralidade africana na cultura de países como Cuba e Brasil. Desde a tradição oral, passando pela música, pelas danças afro-brasileiras e afro-caribenhas.

FARINHA COM AÇÚCAR OU SOBRE A SUSTANÇA DE MENINOS E HOMENS

Farinha Com Acucar

O espetáculo é a materialidade cênica e poética de uma investigação acerca da construção da masculinidade negra periférica, idealizada e coordenada por Jé Oliveira no Coletivo Negro.


Edições anteriores
Envie seu evento
Conheça nossos pontos de distribuição
Quem Somos
Entre em contato
Marca da Agenda
Expediente
                       
               Patrocínio Apoio Realização
     
 Fundação Casa  Itaú Cultural