OS TRÊS MÉDICOS

os tres medicos

Cia. Encena de Teatro estreia Comédia de Martins Pena considerado o consolidador do teatro no Brasil com suas comédias de costume, retratou o painel histórico da vida do país, na primeira metade do século XIX.

MOSTRA DE ARTES CÊNICAS - PERFORMANCE BATEKOONIANA

mostra artes batekooniana1

Com a proposta de evidenciar o corpo LGBTT, a Cia Batekooniana apresentará um espetáculo que conta com performers que vivenciam a diversidade da questão de gênero com recorte de raça e classe muito bem acentuado. Cinco dançarinos/as nas suas diversas vertentes de gênero irão apresentar performances que abordam temas da vida de um/a jovem negro/a LGBTT.

MJIBA A BONECA GUERREIRA – MAIO 2017

MJIBA A BONECA GUERREIRA

O espetáculo conta a história de dois palhaços carteiros que, ao se depararem com uma encomenda sem remetente, encontram algo totalmente inesperado na caixa: uma boneca negra.

AS SAGRADAS

As sagradas

Espetáculo apresentado por sete atrizes que resgata a crença nas antigas deusas da fertilidade e do sagrado feminino através do fato verídico ocorrido com as chamadas ” Prostitutas de Nairóbi “, no Quênia.

Sarau das Pretas

Sarau das Pretas Elaine Campos

No contexto das ações culturais ligadas ao protagonismo e empoderamento das mulheres em defesa de seus direitos, jovens mulheres negras atuantes no cenário cultural da cidade de São Paulo.

REVOLVER

revolver

Trabalho mais recente do Coletivo Negro que narra o encontro de dois personagens, Kizúa e Izô, que se encontram embaixo da última árvore que restou no mundo, um Baobá.

PERFORMANCE DO SARAU PORTAS ABERTAS

mostra artes cenicas Sarau Portas Abertas

O espetáculo que tem direção de Renata Prado, se estrutura na poesia de Patrícia Cândido e dos poetas do Sarau Portas Abertas.

PICUMÃ: ASAS DE PASSARINHO PRETO – MAIO 2017

Picuma asas passarinho
Concebido e escrito pelo ator e produtor cultural Igor Valentin, essa peça resgata a trajetória do personagem e a do próprio ator, que rememora o seu processo de adolescer e crescer em meio a tantas desigualdades sociais.

IDA - COLETIVO NEGRO

ida coletivo negro

Ida é uma arquiteta que se torna negra em meio ao processo de construção em que precisa decidir se perpetua ou não o espaço de segregação social.


Edições anteriores
Envie seu evento
Conheça nossos pontos de distribuição
Quem Somos
Entre em contato
Marca da Agenda
Expediente
                       
               Patrocínio Apoio Realização
     
logo casasbahiaviavarejo Fundação Casa  Itaú Cultural