FESTIVAL RESSALTA A PLURALIDADE DA LITERATURA NEGRA

54095303 2644125902271403 5922700493196361728 o
"Quando você fecha os olhos e imagina um escritor de romance, na sua cabeça vem a imagem de pessoa branca", observa Ketty Valêncio. Acostumada a quebrar padrões, Ketty te convida a abrir os olhos e a ampliar a sua imaginação. Entre os dias 13 e 17 de junho rola a primeira edição do Festival Literário de Literatura Negra da Zona Norte de São Paulo – Fellin.

Produzida pela Livraria Africanidades, editora criada por Ketty em 2013, o evento terá todas as suas atividades online, seguindo as recomendações sanitárias em relação ao combate do Covid-19.

A programação completa está na página do festival no Instagram e pode ser acompanhado, ao vivo, pelas transmissões no canal do Youtube da editora. Ketty explica que a mostra tem como objetivo  “marcar território” nessa parte da capital paulista que, apesar de ter uma das maiores concentrações de pessoas negras, não tinha um festival cultural de peso, como os que acontecem na zonas sul e leste da cidade.


O evento contará com debate sobre diversos temas ligados à literatura contemporânea negra que contarão com a participação de escritores, além de uma oficina de criação literária. Ketty conta que tentou trazer essa diversidade de manifestações culturais para o festival. A abertura vai tratar da publicação dos Cadernos Negros, antologias de poesia afrobrasileira que são publicadas periodicamente desde 1978 pelo grupo Quilombhoje.  Na terça-feira, estará no palco virtual a artista multilinguagem Aryani Marciano, que fará uma contação de histórias.

Ketty ressalta a importância de mostrar a diversidade e multiplicidade de temas que compõem o universo dos autores negros, que muitas vezes acabam sendo confinadas a falar sobre racismo ou escravidão, “A literatura negra é plural. A gente pode escrever sobre tudo. A gente está olhando para o futuro", declara.

1º Festival de Literatura Negra da Zona Norte de São Paulo

13/07

19h20 – Abertura Fernanda Silva.

20h – Mesa 01 –  42 anos de Cadernos Negros.

Convidad@s: Esmeralda Ribeiro, Márcio Barbosa e Miriam Alves

Moderadora: Raquel Almeida

14/07

19h20 – Performance: Victoria Sales

20h – Mesa 2 –“Nossos Passos Vem de Longe”.

Convidadas: Elizandra Souza, Bianca Santana e Jenyffer Nascimento

Moderadora: Fernanda Miranda

15/07

15h – Oficina de escrita – Paloma Franca Amorim

19h20 – Contação de histórias:  Aryani Marciano

20h – Mesa 3 – Infância, território sagrado

Convidad@s: Junião e  Odara Dele

Moderadora: Lu Bento

16/07

19h – Performance: Sarau Alcova

20h – Mesa 4 – Narrativas para a emancipação

Convidadas: Cidinha da Silva e Vilma Piedade

Moderadora: Ingrid Soares

17/07

19h30 – Mesa 05 – Afrofuturismo

Convidad@: Israel Neto e Lui Ain Zaila

Moderadora: Anne Quiangala

21h – Performance artística de encerramento: Poeta Valentine.


Edições anteriores
Envie seu evento
Conheça nossos pontos de distribuição
Quem Somos
Entre em contato
Marca da Agenda
Expediente
                       
               Patrocínio Apoio Realização
     
 Fundação Casa  Itaú Cultural