TEATRO DO INCÊNDIO - RODAS DE CONVERSA

Samba de Bumbo do Cururuquara divulgação
O Teatro do Incêndio promove, em junho, os dois últimos encontros sobre cultura popular da programação das Rodas de Conversa - A Gente Submersa.

MULHERES EM CENA

mulheres em cena

Qual cineasta você conhece? Alguns filmes reforçam comportamentos machistas? Dá para discutir relações de gênero no cinema? Como a figura feminina foi representada no cinema?

PRODUÇÃO DE CADERNOS E LIVROS ARTESANAIS

produção de cadernos artesanais

A oficina tem o objetivo de se debruçar sobre a produção de cadernos e livros artesanais, a partir de materiais acessíveis e pensar em conteúdos artísticos dentro da Fábrica de Cultura Brasilândia para compor suas narrativas literárias.

SEMANA DE FORMAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS E EDUCAÇÃO POPULAR

formação direitos humanos
O evento que acontece de 11 a 15 de julho e reforça a potência da educação popular na construção coletiva de conhecimento e reflexão sobre as inúmeras realidades. Concebida com o objetivo de pensar o campo de direitos na atualidade, a Semana de Formação em Direitos Humanos e Educação Popular se encontra diante de um desafio ainda maior em 2017.

CAFÉ COM DIREITOS

cafe com direitos

Empreendedorismo: Novo mercado de trabalho para as mulheres na periferia. Esta edição do Café com Direitos tem o propósito de discutir novas perspectivas para as mulheres em relação ao mercado de trabalho. 

BRASIL ÁFRICA - DIÁLOGOS DANÇANTES

Brasil Africa Regina Santos

O curso propõe aos jovens encontros que abordem danças tradicionais africanas e afro-brasileiras no intuito de perceber o diágolo entre elas.

JORNALISMO, CARTOGRAFIA E DIREITOS HUMANOS

jornalismo cartografia

O curso pretende incentivar a produção de conteúdos híbridos para sites e redes sociais, aplicativos móveis e boletins impressos em diferentes linguagens (foto, vídeo, texto, gráficos e memes), a partir da apropriação das ferramentas do Jornalismo e da Cartografia para identificar locais de memória na luta pela garantia dos Direitos Humanos na cidade.

BRINCADEIRAS AFRICANAS

bricadeiras africanas

Aprofundando o contato com a cultura africana e afrobrasileira, propomos uma tarde de brincadeiras como Terra e Mar e acompanhe meus pés. Coordenação: Nathy.

BATE PAPO: QUANDO ME DESCOBRI NEGRA

bianca santana me descobri negra
 "(...) a gente nasce preta, mulata, parda, marrom, roxinha etc. Mas tornar-se mulher negra é uma conquista", afirmou Lélia Gonzalez, parafraseando Simone de Beauvoir.


Edições anteriores
Envie seu evento
Conheça nossos pontos de distribuição
Quem Somos
Entre em contato
Marca da Agenda
Expediente
                       
               Patrocínio Apoio Realização
     
 Fundação Casa  Itaú Cultural