BATE PAPO: QUANDO ME DESCOBRI NEGRA

bianca santana me descobri negra
 "(...) a gente nasce preta, mulata, parda, marrom, roxinha etc. Mas tornar-se mulher negra é uma conquista", afirmou Lélia Gonzalez, parafraseando Simone de Beauvoir.

Esta conquista, tantas vezes nomeada como empoderamento, vem acompanhada da percepção do racismo e do machismo, mas também da relação com outras mulheres negras, de leituras e rodas de conversas como a que propomos neste encontro. Relações familiares interraciais, vida afetiva, o cabelo crespo, experiências escolares, presença no espaço público, na universidade e no mercado e trabalho serão alguns dos temas abordados pelas participantes. Com Bianca Santana, Livia Milena Silva e Denise Carreira. 
Dia 25 (domingo), 16h às 18h

Sesc Santana – Av. Luiz Dumont Villares, 579. Santana, Zona Norte

Entrada franca

(11) 2971-8700


Edições anteriores
Envie seu evento
Conheça nossos pontos de distribuição
Quem Somos
Entre em contato
Marca da Agenda
Expediente
                       
               Patrocínio Apoio Realização
leirouanet siteagenda    logoitau siteagenda  
logoims siteagenda logoitaucultura siteagenda  
 logogovfederal siteagenda