BATE PAPO: QUANDO ME DESCOBRI NEGRA

bianca santana me descobri negra
 "(...) a gente nasce preta, mulata, parda, marrom, roxinha etc. Mas tornar-se mulher negra é uma conquista", afirmou Lélia Gonzalez, parafraseando Simone de Beauvoir.

Esta conquista, tantas vezes nomeada como empoderamento, vem acompanhada da percepção do racismo e do machismo, mas também da relação com outras mulheres negras, de leituras e rodas de conversas como a que propomos neste encontro. Relações familiares interraciais, vida afetiva, o cabelo crespo, experiências escolares, presença no espaço público, na universidade e no mercado e trabalho serão alguns dos temas abordados pelas participantes. Com Bianca Santana, Livia Milena Silva e Denise Carreira. 
Dia 25 (domingo), 16h às 18h

Sesc Santana – Av. Luiz Dumont Villares, 579. Santana, Zona Norte

Entrada franca

(11) 2971-8700


Edições anteriores
Envie seu evento
Conheça nossos pontos de distribuição
Quem Somos
Entre em contato
Marca da Agenda
Expediente
                       
               Patrocínio Apoio Realização
     
logo casasbahiaviavarejo Fundação Casa  Itaú Cultural