SLAM BR: O Campeonato Brasileiro de Poesia Falada chega a sua 6ª edição

25394739 1760377144265519 6374029222206864406 o

 

Os melhores esportistas da modalidade reunidos, um encontro de campeões que vão batalhar até restar apenas um. Entre os dias 12 e 15 de dezembro, acontece o SLAM BR - Campeonato Brasileiro de Poesia Falada, o evento reúne os campeões de disputas regionais realizada pelo Brasil. Essa sexta edição vai rolar no Sesc Pinheiro, com entrada gratuita.

Apresentado pelo Núcleo Bartolomeu de Depoimentos o evento vai reunir durante quatro dias na cidade de São Paulo os vencedores de cada estado dos "poetry slams", batalhas de poesia falada que se espalham pelo Brasil com enorme adesão principalmente do público jovem e periférico. O vencedor representará o Brasil na Coupe Du Monde de Slam (Copa do Mundo de Slam), que acontece na França.

 

Neste ano, o SLAM BR faz homenagem a dois poetas que faleceram em 2019: Tula Pilar Ferreira, poeta negra, mineira que, influenciada por Carolina de Jesus, participava ativamente de saraus nas quebradas de São Paulo; e Marco Pezão, cofundador da Cooperifa ao lado de Sérgio Vaz e importante agitador cultural da periferia paulistana.

Roberta ressalta que, apesar ser uma competição com vaga para a Copa do Mundo, a essência do Slam não é vencer o outro competidor e sim apresentar um trabalho de qualidade, capaz de inspirar, despertar as pessoas, explorando uma dinâmica que possui alguns elementos diferentes dos Saraus ou Batalhas de MC’s, por exemplo.

“A gente defende a máxima de ‘a poesia sempre ganha’ não importa o resultado, a polêmica, quem vence ou quem perde. Para as pessoas que estão ali vendo é um show, embora tem competição, a poesia sempre ganha”, concluí.


Como funciona

 

Uma das características do slam é que o próprio público é o júri das batalhas. No caso do SLAM BR, cinco pessoas escolhidas entre o público, pelo slammaster e pela equipe do evento, atribui notas após cada poema. A nota mais alta e a mais baixa são retiradas. As médias e as notas são marcadas em um quadro onde todos possam ver. 

25487603 1759878077648759 3315231470832591162 o

Essa edição tem representante de 15 estados: São Paulo, Rio De Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande Do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Pernambuco, Ceará, Mato Grosso Do Sul, Distrito Federal, Pará, Mato Grosso, Paraíba, Rio Grande Do Norte e Acre.

 

No dia 12 de dezembro, quinta-feira, serão sorteadas as chaves do torneio. No mesmo dia, acontecem as primeiras eliminatórias - quatro ou cinco poetas participam de três rodadas e, escolhidos pelo público, passam para a semifinal dois poetas. A fase eliminatória prossegue na sexta-feira (13), no mesmo formato - quatro poetas participam em três rodadas, das quais passam dois poetas em cada.

 

As três semifinais acontecem no sábado (14). Desta etapa passam seis poetas para a grande final (dois poetas de cada semifinal). A final acontece no domingo, 15, a partir das 17h, no ginásio Ônix (7º Andar). O vencedor representará o Brasil na Copa do Mundo de Slam na França.

 

Todas as apresentações são gratuitas e abertas ao público. Além disso, serão transmitidas em tempo real na página do evento no Facebook. A/O vencedor(a) representará o Brasil na Copa do Mundo de Slam na França em 2020.

 


Edições anteriores
Envie seu evento
Conheça nossos pontos de distribuição
Quem Somos
Entre em contato
Marca da Agenda
Expediente
                       
               Patrocínio Apoio Realização
     
 Fundação Casa  Itaú Cultural