10ª Mostra Cooperifa

12240213 982740438415086 5675461880133088857 o

 

Resistência é uma palavra de ordem quando se trata de ações culturais e artísticas na periferia. Chegando a sua 10 edição, a Mostra da Cooperifa comprova que é possível existir, produzir e viver cultural nas bordas das periferias dos centros urbanos. A partir desse sábado (21), até o dia 29 de Outubro, a zona Sul de São Paulo, recebe mais 40 atividades culturais.

Sergio Vaz, um dos criadores da Cooperifa, sarau que comemora, junto do evento, 16 anos de existência, lamenta o contexto atual de censura e criminalização de expressões culturais, mas repete a disposição de seguir resistindo. “Nós vivemos um período de censura à arte e cultura. Nós, da Cooperifa, resistimos e vamos levar o que há de melhor feito na periferia e fora da periferia para a Mostra”.

O debate “Corpos, textos e canções: Costrução de Conhecimentos”, discute o resgate da cultura negra na periferia e das suas tradições, a partir das 16 hrs, no Sesc Camo Limpo, compõe a mesa a doutoranda em História Marilu Cardoso e o músico, pesquisador, africanista e doutor em História Social, Salloma Salomão. Após outro debate:“Cultura e educação, armas do povo para a liberdade”, com participação da filósofa, escritora e ativista antirracismo Sueli Carneiro e o professor Douglas Belchior, ativista do movimento negro. Na sequência, às 20h, a cantora e compositora Izzy Gordon apresenta o show Luzia.

No domingo (22), o ator Gero Camilo interpreta canções de Belchior na Fábrica de Cultura Jd. São Luís, com o show Alucinações. Também fazem parte da programação os saraus da Cooperifa e das Pretas, um encontro poético com Sérgio Vaz, Xico Sá e Wagner Moura – quarta (25), no Sesc Campo Limpo –, contação de história, declamação de poesia, exibição de filmes no projeto Cinema na Laje, peças teatrais, oficinas de reciclagem, performance de slam e shows com Cocão Avoz, Akins Kintê, Jairo Periafricania. Fernanda Coimbra, Ana Cañas, Dexter e Rincon Sapiência estarão no show de encerramento, no domingo (29), na Casa de Cultura M'Boi Mirim.

 

“É importante trazer gente de fora, mostrar que a periferia se tornou um importante palco da cultura brasileira. Mas a maior parte da programação é, e tem de ser, de nomes que a periferia já conhece e que produzem muito do que é consumido pela periferia”, afirma Sérgio Vaz, fundador do coletivo.

 

A programação completa da 10ª Mostra Cultural da Cooperifa pode ser conferida no site www.cooperifa.com.br.


Edições anteriores
Envie seu evento
Conheça nossos pontos de distribuição
Quem Somos
Entre em contato
Marca da Agenda
Expediente
                       
               Patrocínio Apoio Realização
     
logo casasbahiaviavarejo Fundação Casa  Itaú Cultural