10 ANOS DE PERIFATIVIDADE: “Coletivo comemora uma década acreditando e vivendo de Cultura a partir do Fundão do Ipiranga"

D4C BmMXkAEwxoG 

 
Olho no olho, calor dos abraços, amor e muito fé na potência no Fundão do Ipiranga. Esse são alguns dos fragmentos que marcam os dez anos de existência do coletivo “Perifatividade”. A data será celebrada no próximo domingo, a partir das 16 horas.

A Agenda da Periferia conversou com a Ana Fonseca, integrante do coletivo. Ela fala da expectativa de marcar a data contando com a participação de coletivos culturais e movimentos parceiros, da possibilidade de através da internet, alcançar outros públicos, mas confessa que ainda é uma dificuldade falar para um câmera, sem saber quem está do outro lado.

Sobre os momentos marcantes do coletivo, ela lembra do Sarau de 2 anos, quando receberam diversos coletivos, ainda no começo da história do grupo. “Além do Sarau de 2 anos, tiveram as Viradas Culturais, nossa ida à Argentina, o Circuito das Artes nos CEU's, nossa presença nas escolas, nossos aniversários com um palco enorme bem no meio da favela e a quebrada colando em peso são muito significativos para nós”, lembra.

Além da presença de parceiros que fizeram parte da história do coletivo, a programação conta com os pockets lives com@denisedpaula_,@wgi_ch_so_monstro_original(Consciência Humana) e@gresquilombo!! Além do canal do Perifatividade no youtube, a live também será transmitida nas páginas do@movimentosemterrados Estados de MG, BA, RR, RO, TO, RJ, Armazém do Campo - SP, Terea Criola, ENFF - Escola Nacional Florestan Fernandes, além da presença sempre constante na @radioheliopolisfm. Confira aqui toda a programação!

A respeito do futuro, Ana brinca, com doses de verdade, sobre o sonho de não ter mais Bolsonaro como presidente do Brasil e do desejo de poder viver exclusivamente das ações culturais desenvolvidas pelo Perifatividade.

“Sonhamos em um dia podermos ser autossuficientes, o Coletivo ser o que nos sustenta e sustenta nossas famílias, que possamos nos dedicar integralmente a ele e contribuir mais ainda com nossa quebrada, nosso Fundão do Ipiranga que tanto amamos”, projeta. 


O que representa os 10 anos do Perifatividade? O que foi mais marcante nessa trajetória? 

Uma década de Coletivo pra nós representa a nossa própria história de vida. Fazer 10 anos de um coletivo na quebrada, muitas vezes sem grana, acreditando na potencia desse território, na força que existe lá e em nós mesmos, o que nem sempre é tão fácil assim, exige um amor, foco e disposição muito grande. Percebemos o quão importante o Coletivo é pra nós, muitas vezes até mais do que somos para ele.

Tivemos muitos momentos marcantes: nosso Sarau de 2 anos, onde diversos coletivos da cidade nos visitaram, nossas Viradas Culturais, nossa ida à Argentina, o Circuito das Artes nos CEU's, nossa presença nas escolas, nossos aniversários com um palco enorme bem no meio da favela e a quebrada colando em peso são muito significativos para nós.


premio perifatividadeSaraus, oficinas, cursos de formação… o que é o “Coletivo Perifatividade”?
O Perifatividade surgiu inicialmente em uma reunião de diversas mentes pensantes que já atuavam de alguma forma na região, mas em projetos ou coletivos separados. O Paulo Rams, já inspirado pelos outros Saraus que frequentava, como a Cooperifa, Sarau da Brasa e Sarau da Ademar alinhou todos aqueles pensamentos e fazeres culturais diversos no formato que foi o Perifatividade no início, com 15 pessoas, havia praticamente uma banda! Ao longo dos anos, pessoas foram saindo e entrando, eu mesma entrei em 2011 e fiquei sendo a única mulher atuante até 2018, quando entraram em definitivo as outras companheiras que hoje também fazem parte do time. E cada pessoa que saia, deixava um pouco dela, e cada pessoa que entrava, também somava com sua vivência. Ao longo desses anos, fomos entendendo nosso papel de educadores e que o Sarau, a literatura periférica é uma poderosa arma educativa, em especial na periferia. Daí agregamos cada vez mais as escolas, desenvolvendo as oficinas, as formações, e elas também responderam positivamente, com mais escolas nos convidando a sermos parceiros, e as que já havíamos entrado, querendo que permanecêssemos. Além dos espaços de educação formal, também desenvolvemos formações em nossa antiga sede, que funcionou de 2016 até o início de 2019.

 

A cultura na periferia, em relação a 2010 e a cultura na periferia em 2020, dá para comparar esses momentos?
Temos muitos parceiros, na quebrada e fora dela, que fomos construindo tanto no início quanto ao longo dos anos que permanecem até hoje, super ativos em suas ações, mobilizando muita gente nas periferias: seja o futebol, o samba, o rap. O funk já vinha em 2010 com uma força poderosa, e hoje penso que ele está em um caminho de uma organização - não diria política  - na nossa quebrada, mas no sentido de se reconhecer, de estar presente em outros momentos também que não são só festas, e também da vontade de articular com outros movimentos. Não podemos negar que a Internet tem seu papel também: em 2010 o acesso era mais difícil ainda do que é hoje (que também ´não é fácil). Muitas atividades ainda eram buscadas de forma mais presencial que é hoje, porém ainda vemos a quebrada pulsante e fervente. Vemos também um fazer cultural pulsando na juventude, e alguns são muito talentosos, politizados e estão organizando coisas incríveis. Pra nós, coletivos, hoje vivemos politicamente um cenário muito mais desastroso que em 2010, obvio, mas todas as conquistas que lutamos de lá para cá ainda tem força, inclusive para lutar pra que esse pesadelo acabe, tanto para a cultura quando para o país como um todo.

A programação da festa de 10 anos está recheada. Qual a expectativa para o momento? TEm só “desvantagens” ou tem alguma “vantagem” que a transmissão online (devido a não-aglomeração) vai proporcionar?

Já estamos indo para nossa quarta live nesse tempo de pandemia, mas ainda estamos tentando entender...são 10 anos de presença, de olho no olho, de abraço, então é uma dificuldade grande falar pra uma câmera, e ficar sob pressão se tem gente assistindo ou não rs. Confesso que na primeira live fiquei bem nervosa, como não ficava faz tempo kkkkk. Mas analisando todas as anteriores, ela teve bastante acesso como um todo, diluído nos vários dias que o vídeo ficou no ar, e mesmo na hora teve uma quantidade legal, e aumentando essa quantidade ao longo das lives, o que nos faz crer que estão gostando do que estamos fazendo. Temos uma expectativa muito boa em relação a essa live, tanto pela diversidade de públicos mais específicos (pessoal do reggae com a Denise d'Paula, com o rap do trabalho solo do WGI, porém também quem gosta de Consciência Humana vai também acompanhar, e o GRES Quilombo, que é uma escola maravilhosa da nossa região, parceiros nossos a vários anos, é um dos grandes mobilizadores da quebrada. Teremos uma  transmissão inédita também, além da nossa página do Facebook e canal do Youtube, teremos transmissão simultânea nas páginas do MST de Minas Gerais, Bahia, Roraima, Rondônia, Tocantins, Rio de Janeiro, da loja do movimento Armazém do Campo, da Escola Nacional Florestan Fernandes e da Rádio Heliópolis, o que também vai garantir um público que não acessa nossa página ou nem nos conhece.

 

Dá projetar o futuro do coletivo? Quais os sonhos de vocês?

Primeiramente, projetamos um futuro sem Bolsonaro hahahahah. Mas temos muitos sonhos ainda sim, acredito que mantemos aliás os mesmos sonhos: que possamos ajudar a construir uma quebrada mais culturalmente ativa, que lute por seus direitos e não se cale (e percebemos que isso está aos poucos acontecendo). Mais especificamente sobre nós, sonhamos em um dia podermos ser autossuficientes, o Coletivo ser o que nos sustenta e sustenta nossas famílias, que possamos nos dedicar integralmente a ele e contribuir mais ainda com nossa quebrada, nosso Fundão do Ipiranga que tanto amamos.


Edições anteriores
Envie seu evento
Conheça nossos pontos de distribuição
Quem Somos
Entre em contato
Marca da Agenda
Expediente
                       
               Patrocínio Apoio Realização
leirouanet siteagenda    logoitau siteagenda  
logoims siteagenda logoitaucultura siteagenda  
 logogovfederal siteagenda